Nossa História

Momentos de Inspiração, Amor e Afinidade.


MILK significa ‘Momentos de Inspiração, Amor e Afinidade’ na sigla em inglês. Há quase 20 anos, nosso fundador, Geoff Blackwell, cuja família faz livros há mais de meio século, ficou tão inspirado por essa ideia que começou a Coleção MILK. Geoff fez uma competição mundial e reuniu mais de 40.000 fotografias profissionais e amadoras que celebravam o melhor da humanidade. Destas, 300 imagens foram selecionadas para ser o coração de uma exposição, e usadas para criar os três títulos da MILK ‘Família’, ‘Amizade’ e ‘Amor’. Os livros foram um sucesso global, vendendo 4 milhões de cópias e 74 milhões de cartões comemorativos. Uma década depois, Geoff teve a ideia de criar um novo negócio de fotolivros impressos sob demanda para qualquer pessoa celebrar seus próprios momentos especiais em belos livros e álbuns e, em 2012, a MILK Tailor Made Books foi lançada.

Em que acreditamos.


Começamos com a crença de que a vida de cada pessoa tem momentos inesquecíveis que a definem. De votos matrimoniais a domingos no parque, são esses momentos, grandes e pequenos, que merecem ser apreciados em nossa opinião. Acreditamos que as melhores lembranças não devem desaparecer na “nuvem” – elas devem ser salvas, celebradas e, o mais importante, compartilhadas. Então, é importante escolher sempre impressão em vez de pixels, assistir mais pores do sol que Netflix e criar momentos que realmente valham a pena celebrar.

Por que isso importa.


Às vezes, pode parecer que seu mundo está se movendo rápido demais: de repente, os dias desaparecem em semanas e as semanas em anos, e tudo começa a se confundir. E, às vezes, no meio de tudo isso, haverá um momento — seja um sorriso, uma palavra, um beijo – que te traz de volta à vida e te lembra daquilo que é bom no mundo. E é esse momento, o vislumbre de esperança, que vale a pena celebrar. Nós nos esforçamos todos os dias para te ajudar a criar um livro que seja digno desses momentos

Uma entrevista com nosso fundador.


Geoff Blackwell
Fundador da MILK

 

 

 

Geoff nos ombros de seu pai, com o irmão Paul.

P: Conte-nos sobre os primórdios da MILK?

GEOFF: Muitos dos projetos que desenvolvemos em minha editora Blackwell & Ruth e na MILK Photo Books começaram com o desejo de focar em coisas que são fundamentalmente boas na vida – e celebrá-las. Buscar o melhor que há na humanidade e uma oportunidade para somar, de uma maneira pequena, ao volume de bem existente no mundo. Então, ser uma editora de livros independente me proporcionou um tipo de vida onde tenho a liberdade de fazer livros focados em assuntos que enriquecem minha vida. O mercado editorial não é um negócio no qual se ganha muito dinheiro, mas tive uma vida rica focando em livros com assuntos que significaram muito para mim. 

Começou com MILK, um projeto concebido para capturar, com fotografias, os momentos de inspiração, amor e afinidade que são inerentes a fazer parte de uma família, ter amigos e dar e receber amor. Eu tenho a sorte de ter uma família e amigos maravilhosos, e isso inspirou o projeto. Foi a primeira coisa que eu desejei fazer, e provavelmente a maior que já fiz. Realizamos essa enorme competição mundial e recebemos fotos de pessoas de todas as origens. As fotos captavam momentos espontâneos que as pessoas compartilhavam entre si, fossem elas negras, brancas, ricas ou pobres, e capturavam a universalidade do que é ser humano e ter a necessidade de amar e ser amado. Esse projeto teve um enorme sucesso, repercutiu entre pessoas de todo o mundo. Essas fotos acabaram em mais de 70 milhões de cartões, e vendemos cerca de 4 milhões de livros. Comecei a coisa toda em 1998 e ela foi lançada em 2001.


P: Esse nível de sucesso deve ter sido extremamente gratificante?

GEOFF: Bem, o mais importante é que criar esse livro me fez sentir como um ser humano melhor. Anedoticamente, recebi muitas histórias do mundo todo. Pessoas dizendo “dei aquele livro para minha namorada”, “li um trecho dele no funeral do meu pai”, havia todas essas histórias que ouvia. E foi ótimo. Após fazer isso, pensei que queria continuar fazendo. Então minha filosofia com o mercado editorial tornou-se sempre obter um alinhamento entre minha cabeça e meu coração.

E apenas tentar olhar para minha própria vida e pensar sobre quais são as coisas boas em minha vida, e então encontrar uma maneira de detalhá-las e celebrá-las e encontrar uma forma de ajudar as pessoas a celebrar suas próprias coisas boas. Então, se você olhar para a sequência geral dos livros que publiquei, descobrirá que é sobre celebrar a vida, sobre relacionamentos, sobre sabedoria, sobre a beleza da natureza e sobre sentar à mesa com pessoas que você ama e desfrutar de boa comida – espero que seja sobre a humanidade e fundamentalmente sobre a bondade.

 
P: Então, ao lançar a MILK Photo Books, você seguiu a mesma filosofia?

GEOFF: Sim, a MILK Tailor Made Books surgiu por causa do meu pai. Ele é um homem bom e generoso, que nunca procurou atenção para si mesmo. Então, ao completar 70 anos, ele nunca havia tido uma grande festa de aniversário. Essencialmente, toda a sua vida foi sobre motivar e celebrar os outros. Portanto, decidimos que o 70º aniversário seria o momento em que mostraríamos o quanto todos nós o amamos.  Decidimos que, em família, faríamos um livro sobre sua vida. Tivemos um encontro secreto onde meus irmãos e eu, junto com nossas esposas e nossos filhos, nos reunimos e dissemos 'como podemos fazer algo especial para ele?'

Fizemos um plano de invadir a casa deles enquanto estivessem fora e vasculhar suas fotos, e cada membro da nossa família escolheu sua foto favorita de cada um de nós com ele e escreveu algo sobre o que ele significava para nós. Fizemos uma apresentação de slides com as fotos e sua música favorita – ele era um grande fã de John Denver – e colocamos todas as fotos nisso. E fizemos um livro para dar a ele.  No dia de seu 70º aniversário, nos reunimos todos para um almoço em família, e meu irmão Paul se levantou e fez um discurso, depois mostramos a apresentação de slides para meu pai e lhe demos o livro.  Ele chorou. Ele apenas chorou, assim como todos nós, e eu sei que isso significou mais para ele que qualquer dia em sua vida. Ele já sabia que o amávamos, mas, para nós, realmente nos dedicar neste dia e fazer algo para dar a ele e dizer “Nós te amamos, você é um homem bom e gentil, e tem sido um ótimo Pai e um Avô maravilhoso. Eu sei o que significou para ele, e o que significou para nós, conseguirmos dizer isso a ele.

 
P: E aquela celebração especial do seu pai levou à MILK como a conhecemos hoje?

GEOFF: Sim. Pensei comigo mesmo, eu sei como fazer isso – vamos criar algo que as pessoas possam usar para criar seus próprios livros lindos, para que possam capturar os momentos de suas vidas e fazer um livro verdadeiramente belo que simbolicamente diz algo que é realmente importante. “Você é importante para mim.”

TOPO